Primeira vez de moto (Só que não!)

E hoje, pela primeira vez, subi em cima de uma moto! Não como garupa (já devo ter rodado uns 5 mil km assim!) e também não sei pilotar ainda, afinal, o processo junto ao Detran é burocrático e continua em andamento..  mas fui ver a moto de um amigo, o Adonai, já que ele tem uma do mesmo modelo da que pretendo comprar, uma Suzuki Intruder 250.

Image

 

Foto roubada da Intruder do Adonai, quando ele ainda lavava:)

 

A ideia era conhecer a moto, ouvir o motor, sentir se é realmente o que espero, já que estou na fase das pesquisas para compra da minha.

– Como sobe? Segurar o freio? Pé ou mão? Acelerar? De leve? (Adonai cuidadoso, rs..) tá. 

Estar em cima da moto.. Sensação incrível! Muitas coisas passaram pela minha cabeça naqueles minutinhos..

– Tirar do cavalete, soltar, você segura o freio, pra sentir o peso ok? Ok!

E senti. O peso da moto e da responsabilidade, e ainda, o tamanho do desafio que vai ser aprender a pilotar e me sentir segura o bastante para pegar estrada, que é o meu desejo. Mas também senti quantas possibilidades cabem em cima de uma moto, quantas estradas, quantos “passeios da madrugada” me aguardam. É muita expectativa, calma, respira, um passo de cada vez que o processo ainda vai ser longo..

Thiago (sempre ele..) explicou algumas coisas sobre a mecânica (além da aula de carburadores – teoria e prática! – da manhã), sobre o que olhar na moto quando for comprar e etc e etc.

Horário em cima, fui embora pedalando, com um mega sorriso bobo na cara. Uma tempestade ameaçava cair, vento contra, mas quem se importa?

 

Aos preocupados de plantão: arranquem os cabelos! Não tem mais volta!

Apaixonada por duas rodas. Nas horas vagas, motorizada!

 

 

 

Anúncios
Primeira vez de moto (Só que não!)